Para que o ciclo de violação de direitos vividos por crianças e adolescentes em situação de rua  seja interrompido e para que  possam retomar suas vidas de forma mais  protegida  em suas Mátrias, ou   que outras crianças não tenham o mesmo destino, são fundamentais ações que fortaleçam as famílias, a rede local e  estimulem a permanência das crianças em suas comunidades e na escola.

A experiência do Projeto Quixote indica que estas crianças  em sua maioria, deixam suas comunidades em bairros da periferia da cidade e migram para o centro, como Refugiados Urbanos.

O projeto  Rematriamento de  crianças em situação de  rua desenvolverá uma estratégia preventiva por meio do fortalecimento do papel da família, da comunidade local de Sapopemba, em São Paulo e das instituições sociais e de saúde locais. Pela primeira vez vamos experimentar uma nova metodologia, que parte das famílias, nas comunidades de origem, para chegarmos as crianças nas ruas no centro da cidade.

Como vamos fazer isso?

 Por meio de um processo de atendimento conjunto com a rede local de Sapopemba, vamos realizar cursos de formação para os técnicos e educadores, formar de um grupo de trabalho que indicará famílias da região com crianças e adolescentes com vivências de rua. A partir daí serão articuladas as Redes local e do centro e feitas aproximações com as famílias alvo. Vamos buscar nas ruas estas crianças e adolescentes no centro da cidade e se aproximar de forma gradativa e respeitosa para construir o processo de Rematriamento, que consiste em um complexo processo de retorno para a comunidade de origem, a Mátria.

Como resultados esperamos transformar a história de  25 famílias alvo, atingindo 100 crianças e adolescentes em situação de rua e 50 educadores e técnicos. O processo será registrado e sistematizado em livro e vídeos. O projeto terá 2 anos e ao final será realizado um Seminário que descreverá todo o processo e as aprendizagens.

Serão realizados na região de Sapobemba: Curso  sobre Prevenção da Situação de rua, Curso sobre Manejos e conceitos sobre o atendimento de famílias, Curso sobre Prevenção da violência, Visitas domiciliares, Grupos temáticos com as famílias, Atendimento psicossocial e abordagens de rua.

Acompanhe pelas rede sociais  o Rematriamento de crianças em situação de rua,  conceitos, aprendizagens e desafios.

Confira nos boletins as últimas informações sobre o projeto:

Boletim 1 – abril/2020